Da redação

A máscara facial é item obrigatório na pandemia e provavelmente se manterá como acessório de uso diário por muito tempo.

Com o novo hábito, as expressões de sentimento passam a ser observadas por meio do olhar, deixando o sorriso para um segundo plano. Diante dessa nova realidade, o cirurgião dentista, Willian Ortega, especialista em odontologia estética, dá dicas de procedimentos estéticos na área dos olhos que podem melhorar a autoestima e a expressão.

O profissional destaca que o seu trabalho vai muito além dos dentes e da boca, “Vejo o rosto como um todo. Um sorriso bonito vai muito além de ter dentes brancos e alinhados, a harmonia facial deve ser levada em conta, daí posso afirmar que um olhar bem definido expressa nossos sentimentos e bem-estar. Os olhos também falam”, explica o doutor Willian.

“Indico a harmonização facial pela rapidez do tratamento. Tudo é feito no máximo em 1 hora e de maneira segura. A duração varia entre 12 e 18 meses. Para a manutenção, produtos  home care são recomendados para uso diário, com a indicação específica para cada paciente feita no consultório”, afirma o doutor Willian.

O profissional que atua na área de saúde e bem-estar deve adotar medidas de prevenção e controle de infecção durante qualquer procedimento e ser membro do Conselho Federal de Odontologia.

Confira alguns dos procedimentos que podem ser feitos para destacar o olhar:

Botox: É uma das principais técnicas utilizadas na harmonização facial. É um procedimento minimamente invasivo, que diminui as rugas de expressão ao redor dos olhos e na testa. Quando a pessoa ri ou chora, os músculos da face se contraem e, com frequência, aparecem linhas de expressão profundas, tais como as da testa e os vincos entre as sobrancelhas

Polidioxanona (PDO): Os fios de polidioxanona são pouco invasivos e utilizados para quedas das bordas externas das sobrancelhas, tecido mole flácido das sobrancelhas, temporal (linhas do sono), rugas dos cantos dos olhos e linhas sorridentes ao redor dos olhos.

Ácido hialurônico: Com o passar do tempo, a nossa pele vai perdendo ácido hialurônico. Essa perda reflete na queda da capacidade de reter água, então, a região fica sem viço, opaca e desidratada. O processo vai crescendo com o tempo, deixando a pele flácida, com rugas (conhecidas como pés de galinha), bolsas e olheiras, devido à falta de sustentação, daí a importância do ácido hialurônico, principalmente na região dos olhos.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *