Da redação

Você já percebeu que as dores nas articulações pioram bastante no frio? Sim, e não depende da idade. Quem tem problemas nas articulações sabe que no inverno, naqueles dias mais frios, as articulações ficam mais doloridas e mais sensíveis.

Porque isso acontece e como temos que lidar com isso para minimizar as dores? Em primeiro lugar, precisamos entender o que são dores articulares.

Dores articulares são dores nas juntas. Pode ser no ombro, joelho, no quadril, no tornozelo, nos punhos, e têm origem em diversas causas, entre elas, as mais comuns são: artrose, artrite, doenças reumatológicas, históricos de lesões traumáticas e fraturas.

Na verdade, existe uma infinidade de doenças que podem ser as causas das dores nas articulações. Aí, quando chega o inverno, nesses dias mais frios, os consultórios de especialistas ficam lotados de pacientes reclamando de que as dores pioraram no frio.

“O motivo mais comum destas dores articulares no frio, se deve em primeiro lugar, ao fato de ficarmos mais parados no inverno; mais imóvel e mais contraídos. Com isso, a musculatura também fica mais enrijecida e a articulação acaba sentindo essa rigidez da musculatura e da articulação e isso gera mais dor, explica o ortopedista, especialista e referência em cirurgias do joelho e trauma do esporte, doutor Samuel Lopes.

Existem também duas questões mais técnicas que podem explicar o motivo da piora das dores nas articulares com frio, diz o doutor Samuel Lopes.

A primeira delas é que o líquido sinovial, que fica dentro das articulações para ajudar a lubrificá-las, fica um pouco mais espesso e a alteração da viscosidade deste líquido gera mais rigidez na articulação, causando naturalmente mais dor – explica o especialista.

A segunda questão está nas alterações de circulação. Na circulação periférica, mãos e pés principalmente, que são os locais que mais sofrem com essas alterações, pode existir uma diminuição da circulação do sangue e isso vai gerar mais dor.

Isso acontece somente com alguns pacientes, que podem ter alterações circulatórias e em alguns casos alguns pacientes com a doença de Renault, que é uma doença que não é muito comum, mas que causa alteração da circulação periférica e geram dedos roxos, por exemplo, explica o doutor Samuel Lopes.

E o que fazer para minimizar as dores articulares no frio?

 # 1 – Fazer Movimento e Manter Rotina de Exercícios

Para minimizar essas dores que pioram com o frio, o primeiro ponto é procurar não ficar parado o tempo todo e se movimentar. Fazer algum tipo de exercício físico, um alongamento, uma caminhada, mesmo que dentro de casa e manter uma rotina de exercícios de preferência, orientada por um profissional, que é o ideal.

# 2 – Mantenha-se Agasalhado, Hidratado e Consuma Alimentos Quentes

Mantenha-se sempre agasalhado nos dias nos dias mais frios e procure consumir alimentos mais quentes. E não esqueça de manter o corpo hidratado. Beba bastante líquido, mesmo os quentes, porque eles também vão ajudar no controle da dor.

# 3 – Não Pratique a Automedicação

Não podemos falar de dor sem lembrar de algumas coisas muito importantes e a primeira delas é não fazer a automedicação. Tomar remédios anti-inflamatórios pode ser a pior decisão que você vai tomar, explica o doutor Samuel Lopes, pois você corre o risco de ter os efeitos colaterais dos medicamentos e criar outros problemas até mais sérios.

Contudo, se você sente que não está conseguindo, não tente ficar lidando com a dor. Procure um médico. Se a dor está persistindo, procure um especialista para que ele possa te avaliar e dar o diagnóstico e tratamento corretos.

É necessário identificar a origem e a causa da dor e aí sim atacar na origem do problema e não só ficar lidando com a dor. Mas, isso, somente um profissional poderá fazer. 

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *